terça-feira, 3 de novembro de 2009

Espero

Espero sempre por ti o dia inteiro,
Quando na praia sobe, de cinza e oiro,
O nevoeiro
E há em todas as coisas o agoiro
de uma fantástica vinda.

1 comentário:

  1. Como pode voltar ,quem nunca chegou a partir

    ResponderEliminar